Pesquisar este blog

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Loucura necessária

 Não há pessoas sãs, há loucos com vergonha de mostrar sua loucura.

         O ser normal, o homem são, estes e outros são considerado pessoas medíocres que não aparecem na multidão. Os normais são pessoas que não passam de simples funcionários, enquanto os loucos, criativos que não têm vergonha de se mostrarem mais capazes estão sendo seus chefes e seus donos.
         Os empregados impõem nos seus próximos a imagem de “pessoas normais”, para ninguém ultrapassar seu cargo e ter a capacidade de ser mais importante. A sociedade e a mídia ensinam a regredir não aumentando a loucura.
         O termo “louco” é visto como algo ruim por muitos, porém, as maiores mentes, as maiores personalidades que fizeram história, foram considerados loucos pela sociedade. Agora vai uma pergunta. Alguém já ouviu falar do nome de alguma das pessoas que acusaram tais personalidades de loucura? E o nome dessas personalidades?
         Não há normais, há medíocres. Não há pessoas sãs, afinal, todos têm loucura, porém muitos ficam com vergonha de mostra-la. Se as pessoas assumissem seu lado louco, o mundo seria mais criativo. 

Kevenin de Almeida

Um comentário:

  1. Não tenho vergonha de admitir que sou uma LOUCA ^^

    ResponderExcluir

Comente, faça a diferença ^^

Traduzir / Translate

Comentários

Como os comentários estão liberados para anônimos, vou pedir para quem for comentar, colocar o nome para que eu possa saber quem está comentando, porém, se for em caso de necessidade permanecer no anonimato, fique à vontade e boa leitura.