Traduzir / Translate

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Computador, arma do século XXI

A era da tecnologia, do computador, da internet, onde todos se comunicam sem precisar se locomover, do avanço; a era da depressão, destruição da moral em curto prazo, do avanço da pornografia e da morte em geral.

         O mundo passa por um estado de avanço científico e muita gente quer desfrutar e entra de cabeça sem pensar nas consequências.
         Ao longo de alguns anos, a tecnologia do computador tem revolucionado o mundo. Tal tecnologia foi avançando tão fortemente, junto com a internet, que grande parte da população tem acesso fácil a elas.
         Com o desenvolvimento do computador e da internet, também vieram os seus programas, aplicativos, jogos, sites e inúmeras outras coisas.
Agora todos podem fazer de tudo. Matar, roubar, destruir, fazer quaisquer crimes sem ser preso. A humanidade tem liberdade para ir para onde quiser sem sair do lugar, qualquer pessoa ficar horas falando com alguém que está do outro lado do mundo e dando beijo nesta, e até casar sem precisar estar próximo (algo que não tem sentido). Logo a humanidade vai querer até se alimentar pela internet.
A pornografia (a pedofilia também), a depressão, os crimes e o incentivo da morte estão aumentando, quando o pudor, a felicidade, a vida social e a vida estão acabando.
Os sorrisos atuais são apenas assim: “hahaha”, “kkk”, “hehe”, entre outros do gênero. A felicidade não está mais no que é real, e sim no que é virtual. Muitas pessoas preferem até conversar pelo ”Msn” do que pessoalmente. Logo a humanidade vai desejar viver como no filme “Matrix”.
Os jogos com gráficos bacanas e um nome em inglês que soa legal, estão sendo o centro das atenções de muitos jovens. Jogos de guerras, de luta, onde se precisa destruir zumbis e outros monstros ou até terroristas e policiais são os jogos denominados os melhores. E o pior é que as pessoas acham que esses jogos são a melhores coisas do mundo.
Quem está fazendo essas coisas está lucrando horrores, porém, quem está usando, está acabando com a própria vida pessoal e social. Essa humanidade que está se sentindo como se estivesse desfrutando da tecnologia, na verdade é escrava da mesma.
As pessoas poderiam acordar para o que estão fazendo e se rebaixando a fazer. O mundo todo está querendo entrar em uma prisão e jogar a chave fora. Muitos já sabem disso que aqui foi dito, mas ainda preferem a escravidão desse “Novo mundo”, dessa “Nova era”. Mas a tendência é só piorar mesmo. Finalizando, fazer algo para mudar, não vai adiantar, mas pelo menos alguns poderão fazer a diferença e querer sair dessa escravidão, pois a maioria poderá querer atirar na própria cabeça por esse avanço.

Kevenin de Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, faça a diferença ^^

Comentários

Como os comentários estão liberados para anônimos, vou pedir para quem for comentar, colocar o nome para que eu possa saber quem está comentando, porém, se for em caso de necessidade permanecer no anonimato, fique à vontade e boa leitura.